Douro Azul prepara os 500 colaboradores para regresso dos cruzeiros


Mário Ferreira, dono do grupo turístico Douro Azul


A Douro Azul, empresa de cruzeiros fluviais detida por Mário Ferreira, está a promover ao longo das próximas semanas uma ação de reconexão online que engloba palestras e ações de formação para os seus cerca de 500 colaboradores em Portugal.

A ação de formação denominada "Reconnect 2021" visa fortalecer a ligação com os colaboradores, reforçando competências de forma a preparar as equipas para o retorno à atividade, depois da incerteza provocada pela pandemia no ano passado.

O Reconnect 2021 arrancou ontem com uma palestra e entrevista de Mário Ferreira, CEO da Pluris Investiments, holding à qual pertence a Douro Azul. Esta semana irão intervir também Jorge Sequeira, professor universitário e speaker motivacional, Jorge Costa, presidente do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, e José Soares, professor catedrático de Fisiologia na FADE-UP e especialista em performance de equipas e pessoas.

"Temos vivido um ano de incertezas forçadas pelo contexto de pandemia, e entendemos que é fundamental criarmos momentos de ligação com as nossas pessoas, de maior proximidade que, não sendo física, é emocional", realça Manuel Marques, COO da Douro Azul, em comunicado enviado às redações.

O programa de formação e capacitação dos colaboradores foi inicialmente pensado para as equipas de bordo dos cruzeiros fluviais no Douro, mas acabou por ser alargado aos colaboradores do grupo dedicadas ao setor do turismo.

Como adianta Manuel Marques, "teremos um conjunto de ações que envolverão não só os colaboradores da Douro Azul, mas igualmente da nossa unidade hoteleira The Lodge - Wine & Business Hotel, do museu interativo World of Discoveries, como igualmente elementos da nossa estrutura central."

Na próxima semana, o programa integra um conjunto de outras palestras, envolvendo profissionais de vários setores do turismo, desde a gastronomia, à hotelaria de luxo e à náutica. De seguida, arrancam ações de formação específicas que abrangem temas como a segurança, o serviço, as novas regras de prevenção face à covid-19, e soft skills como liderança, trabalho de equipa e comunicação.

Em 2020, a Douro Azul teve a sua operação condicionada pela pandemia e só operou durante um período reduzido da época de cruzeiros fluviais. Este ano, está ainda a trabalhar num cenário de impossibilidade de operar em pleno



fonte:Douro Azul prepara os 500 colaboradores para regresso dos cruzeiros (dinheirovivo.pt)


1 view0 comments